Tecnologia

Facebook Messenger traz vendas para as marcas

Facebook Messenger está a trazer vendas para as marcas

Foi no início de 2016 que Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, anunciou o lançamento e o desenvolvimento de várias tecnologias para criar um “ecossistema para aplicações com múltiplas finalidades” e para aproximar ainda mais a rede social das empresas. Falamos de tecnologias como os chatbots, que de acordo com algumas organizações, já estão a trazer vendas.

De acordo com a Business Insider, com cerca de 65 milhões de negócios ativos e cerca de 1,2 mil milhões de utilizador ativos por mês, o Facebook tem o potencial de se tornar numa ferramenta essencial em comunicações B2C e existem já várias companhias a reportar aumentos nas vendas e na produtividade.

É o caso da Sephora, que segundo a publicação, registou um crescimento de 11% nas taxas de reservas realizadas pelos clientes graças ao bot que integrou no Facebook Messenger e que tinha como objetivo aumentar o tráfego nas lojas com a marcação de serviços styling e maquilhagem. De acordo com a marca, para além das reservas, as vendas aumentaram também: os clientes que marcaram algum serviço em loja através do bot do Messenger gastaram em média mais de 50 dólares em loja.

A Tommy Hilfiger, por sua vez, aproveitou a Semana da Moda, de Nova Iorque, para lançar uma experiência que permitia aos clientes fazer compras de artigos que viam na passerelle com a ajuda de um chatbot no Facebook Messenger. De acordo com a marca, durante essa semana foi gasto 3,5 vezes mais através do Messenger do que em qualquer outro canal digital, 60 mil mensagens foram trocadas e a taxa de retorno chegou aos 87%.