Contact Centers

Centros de serviço internacionais empregam 55 mil pessoas em Portugal

Centros de serviço internacionais empregam 55 mil pessoas em Portugal

As empresas internacionais que detêm centros de serviço em Portugal já empregam cerca de 55 mil pessoas no país. Os números são da AICEP, que revela ainda que os 134 centros de serviço estrangeiros instalados no país valem 1% do emprego em Portugal.

Em causa estão centros de contacto, centros de serviços partilhados, centros operacionais ou que prestam serviços administrativos a empresas (BPO), centros de competências, centros de tecnologias de informação ou de desenvolvimento de software, centros de investigação e desenvolvimento, centros de inovação, centros de engenharia e centros tecnológicos e digitais.

Citado pelo Expresso, Luís Castro Henriques, presidente da AICEP, explica que “a Google, a Cisco e a Vestas são apenas exemplos recentes de como os centros de serviços são uma força motora da redução do desemprego e da criação de maiores oportunidades para o pessoal mais qualificado ficar em Portugal, incluindo engenheiros e financeiros de topo. Hoje são 55 mil empregos, mas amanhã serão mais. Os números estão em constante atualização. Em 2014, tínhamos apenas cinco empresas em carteira e hoje estamos a acompanhar cerca de 30 potenciais projetos de centros de serviços que, a instalarem-se em Portugal, significarão mais cinco mil postos de trabalho. O crescimento tem sido esmagador.”

O presidente da AICEP diz ainda esperar que “2019 possa vir a ser mais um ano muito bom na atração de centros de serviços com cada vez mais software e engenharia”, uma vez que foi já oficializada a chegada de três novos centros de serviços.