Contact Centers

Operadores de contact center entre as vagas mais difíceis de preencher em Portugal

Operadores de contact center entre as vagas mais difíceis de preencher em Portugal

São cada vez mais as empresas nacionais que admitem ter dificuldades em contratar perfis adequados às necessidades do mercado de trabalho. A conclusão é do ‘Talent Shortage Survey’, da ManpowerGroup, que indica que as vagas de operador de contact center estão no oitavo lugar do ranking das vagas mais difíceis de preencher em Portugal.

De acordo com o estudo, “46% das empresas nacionais revelaram que têm sentido dificuldades acima da média para recrutar o talento certo, o maior aumento desde 2016”. Entre os perfis mais procurados e mais difíceis de preencher, o ranking é liderado pelos profissionais especializados e técnicos, motoristas e engenheiros.

A ManpowerGroup sublinha que por detrás da tendência está o advento da digitalização e da automação, que estão a levar a uma “reconfiguração do mundo do trabalho” e à necessidade de desenvolvimento de novas competências.

Para Vítor Antunes, Managing Diretor da Manpower Portugal, “o sucesso das empresas depende cada vez mais da capacidade de fazer face à atual revolução de competências. Os avanços tecnológicos, a digitalização ou a big data vieram dotar os colaboradores de novas ferramentas, no entanto é necessário garantir que acompanham estes desenvolvimentos.   Por isso mesmo, é preciso garantir o aprimoramento e requalificação das pessoas, porque o mundo do trabalho mudou e só assim vai ser possível dar um passo importante para solucionar o atual panorama da escassez de talento.”