Recursos Humanos

Learning Animals, quando a vontade de aprender é uma forma de estar e a aprendizagem é um ato contínuo

Learning Animals, quando a vontade de aprender é uma forma de estar e a aprendizagem é um ato contínuo

Learning Animals, quando a vontade de aprender é uma forma de estar e a aprendizagem é um ato contínuo

A capacidade e o desejo natural de aprender, a que a Google dá o nome de learning animals, é hoje um dos talentos mais desejados e procurados pelas empresas.

Provavelmente, a facilidade no acesso ao conhecimento e a multiplicidade de fontes, tem estimulado o desenvolvimento deste valioso talento, hoje mentes curiosas têm o mundo disponível para ser descoberto, basta querer!

Para aqueles que têm “ânsia” de aprender, como aprendem faz parte do processo de aprendizagem

Para aqueles que têm “ânsia” de aprender, como aprendem faz parte do processo de aprendizagem e por isso, procuram formas inovadoras, diferentes e que os desafiem e seduzam:

  • Podcasts, livros, líderes, audiobooks, séries, mentores, amigos, ou apenas, absorver o que está ao seu redor
  • Aprendizagem formal ou informal, conversas, imagens, inspirações
  • Desenham o seu caminho de aprendizagem de acordo com o formato e com o conteúdo, que escolheram desenvolver
  • As suas preferências, o ritmo, o momento e o lugar, ocupam espaço na forma como decidem aprender

Não há limites na procura de fontes de informação que conduzam ao conhecimento

Não há limites na procura de fontes de informação que conduzam ao conhecimento.

E como podem as empresas responder a estes learning animals?

Estimular o “eterno aprendiz” que existe em cada pessoa

  • Facilitar o peer to peer learning e a aprendizagem informal: tudo pode resultar em aprendizagem
  • Estimular o “eterno aprendiz” que existe em cada pessoa
  • Promover iniciativas de mentoring e dar lugar ao desenvolvimento de learning expeditions

Claramente, os learning animals são um desafio aos profissionais de recursos humanos, que dentro das empresas, têm a seu cargo a responsabilidade do desenvolvimento das suas pessoas.

Os learning animals, são elementos inspiradores e que despertam nos outros a curiosidade de aprender

No limite significa que, estes aliados naturais dos processos de aprendizagem, que são os learning animals, são elementos inspiradores e que despertam nos outros a curiosidade de aprender. São peças valiosas e por isso tão desejadas pelas organizações.

Artigo publicado em parceria com o blog RH Bizz.