Centro de Atendimento

Centro de Atendimento da EDP em Seia com salários abaixo da lei

Call center da Segurança Social de Castelo Branco despede 400 trabalhadores

A Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) detetou a existência de trabalhadores com salários abaixo da lei no Centro de Atendimento da EDP em Seia, centro gerido pela Reditus Business Solutions.

Pedro Mota Soares, ministro da Solidariedade e da Segurança Social, enviou uma nota ao Parlamento onde refere que “relativamente ao pagamento da retribuição verificou-se que nalgumas categorias profissionais a retribuição base é inferior ao valor mínimo legal, situação que conduzirá à aplicação dos adequados procedimentos inspetivos”.

De acordo com o Governo, os 502 trabalhadores do centro de atendimento declararam que “todas as orientações relacionadas com o trabalho prestado são transmitidas, única e exclusivamente” pela Reditus e “nunca por trabalhadores da EDP”.